Feliz Ano Novo Portugal

Feliz ano novo Portugal

Alguns portugueses em Portugal, ao contrário do que via de regra acontece nos países de acolhimento aquando imigrantes, têm atitudes – nos últimos anos – que causam certa admiração; quando possuem algum poder vão ao extremo da crueldade.

Pode dizer-se então que, no pós 25 de abril, aquela revolução que ficou conhecida como a dos cravos nos canos das espingardas, ganhou liberdade que nada acrescenta no campo da responsabilidade social, para com o próprio País e âmbito comunitário.

A entrada de Portugal na UE trouxe vida nova ao País cujas fronteiras são as mais velhas do Continente Europeu, a oxigenação politica – pela democratização – fez com que Portugal Atraísse olhares de povos que buscavam  novos horizontes; das antigas colónias: Angola; Brasil; Cabo Verde; Guiné Bissau; Moçambique: São Tomé e Príncipe e o 1º País a nascer no século XXI, Timor Leste.

A estes juntaram-se outros, Leste Europeu, África, Ásia etc., totalizando 142 nacionalidades espalhadas nos 92.345km2 de nesga de terra Ibérica, com 10,6 milhões de habitantes. Ao contrário do que possa parecer, foi, e é ainda, um bom sinal. A ONU classificou Portugal como País BOM em relacionamento com imigrantes. A crise financeira mundial deflagrada nos EUA e que contaminou a todos, deixou Portugal em maus lençóis! O desemprego, em Dezembro/09, foi à marca dos 10,5%, a vizinha Espanha chegou aos 19% (+7-).

Lembro tudo isto para poder – e ter dados – dizer que estou acabrunhado com as atitudes de alguns patrícios. Açoriano que sou – RABO TORTO – tive formação familiar, escolar e cívica muito rígida. Imigrante aos 16 anos, na verdade exilado no Brasil, Pátria de meus filhos e netos, procurei deixar-lhes o legado maior de meus avós e pais. Orgulhosamente digo que são educados e trabalhadores honestos.

Assusta-me ver que alguns empresários portugueses, sob a desculpa da eterna crise lusitana, estão agindo com crueldade na exploração, quase escravizadora, de seus funcionários, e nisso, talvez pelo mau exemplo, secundados por empresários estrangeiros: brasileiros; Leste Europeu e alguns d’África entre outros.

O Estado Português, por seus governantes, nada faz para defender os “ abandonados pela sorte”, e desprezados pelo Estado Tirano, e muito menos punir na forma da Lei em vigor os maus empresários que – descaradamente – sonegam impostos e falseiam suas contribuições à Segurança Social que, de pernas bambas, vai ruindo na sua obrigação e ultrajando aqueles que à Pátria deram sua vida, suor, lágrimas e sangue na famigerada guerra colonial, saúde no trabalho árduo!

Muitos trabalhadores são obrigados a trabalhar 12 horas/dia, 26/27 dias/mês e só recebem 22 dias/mês a 8 horas, além das horas trabalhadas de graça, ainda não recebem os direitos inerentes ao trabalho em dias feriados nem adicional nocturno.

Não usam chibata; basta-lhes a constante ameaça do os por no olho da rua da amargura se abrirem o bico.

Enquanto isto, os nossos Deputados, com assento garantido pelo nosso voto na AR, fazem vistas grossas, contentam-se em praticar esgrima gramática naquele plenário. Acusam-se mutuamente de coisas e baldrocas, quando na verdade o que querem é derrubar quem está no “Poder” e seu lugar tomar! Nós, o Zé Povinho, esse que se lixe! Estamos tramados, eles, os Deputados, vivem nababescamente às nossas custas e só nas antevésperas de eleições é que abraçam velhos e dão beijinhos nas crianças! VADE RETRO.

Devolvam-me – e aos demais cidadãos de bem – a Pátria que amamos, herança de nossos “egréjos avós.

Henrique Alberto Silveira Luiz

Um cidadão Português

 
Rabo Torto – Cronista de Cordel

Anúncios

Sobre healsilu1947

Sou Cidadão português, nascido nd Ilha Terceira, Açores.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

2 respostas a Feliz Ano Novo Portugal

  1. Banny Gerwing diz:

    Pelo que vejo que esta escrito ai, a politica é muito parecida com o que acontece por aqui. A essencia da coisa é a mesma, os que se acham mais espertos usufruindo do trabalho dos mais honestos…….

  2. KATIA REBOSA diz:

    Vai aí uma sugestão para dar continuidade a este assunto: “RECIBOS VERDES” que a meu ver é uma exploração com papel passado, usado até pelo próprio governo. A chibata adquiriu novas formas…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s